Curso de Música, 3 Motivos para ter o seu

Vou apresentar pelo menos 3 motivos para você que é músico considerar a possibilidade de começar a preparar o seu curso de música agora mesmo.

Economicamente falando, vivenciamos um período complicado, onde muitas pessoas buscam complementar a própria renda. Contudo, nesse mesmo cenário, enfrentamos uma outra problemática: a pandemia. 

Pessoas em casas, reclusas ao seu próprio espaço, sem poder trabalhar de maneira habitual ou sair para realizar demais atividades tornou-se algo corriqueiro. Com isso, a internet agora, mais do que antes, é um espaço de encontros e de negociações, onde as pessoas buscam suas próprias alternativas para driblar as dificuldades financeiras. 

Para além disso, o fato da reclusão causar a inércia de ver-se sempre em um mesmo ambiente, acaba fazendo com que as pessoas busquem o aprimoramento de habilidades antigas ou um aprendizado novo.

É nesse momento, que temos uma oportunidade perfeita para que VOCÊ desenvolva seu próprio material. Portanto, com este artigo propomos te fazer entender por que todo músico deveria investir em um curso próprio

Por que investir em um curso próprio? 

A música, desde sempre, foi companheira do ser humano. Mesmo com o mundo atualmente passando por uma pandemia, a indústria da música não pode parar.

E a razão disso é que, agora, principalmente, ela se tornou uma aliada muito importante no enfrentamento desse período. Você, músico, sabe que deter conhecimento sobre tal área pode abrir caminhos que uma pessoa leiga no assunto não teria a oportunidade.

Assim, por que não repassá-los? E com isso, ganhar uma renda extra?

Optando pela construção de seu próprio material, você poderá fazê-lo com todos os seus métodos e macetes. Cada pessoa possui sua própria maneira de ensinar, e isso é um diferencial importante na hora de elaborar seu próprio curso: faça com que os alunos identifiquem-se com o conteúdo e seja didático. 

Dessa maneira, o público com interesse será muito maior, já que o curso em si possui linguagem acessível e prática. Se, até agora, você não viu razões suficientes para começar já a elaborar seu primeiro módulo, eis aqui mais uma: o mercado EAD está muito em alta no Brasil, devido a popularização da internet. 

O que no começo causava desconfiança por parte dos interessados, hoje é um dos métodos de ensino mais procurados pelas pessoas, devido a praticidade e flexibilidade de horário.

O estudante é quem faz seu próprio tempo. Dessa forma, se você, por exemplo, elaborar uma vídeo aula, o número de alunos alcançados será ilimitado, o que proporcionará para você ganhos consideráveis.

Além do mais, você escolhe a melhor maneira de produzi-lo: gravando vídeos ou elaborando apostilas, sempre haverá público interessado, isso é garantido. 

Portanto, pense bem: que maneira melhor de ganhar dinheiro, do que repassando conhecimento sobre um assunto tão bom quanto música, de maneira tão simples e que não requer gastos consideráveis (no caso de vídeo aulas, basta acesso a internet, uma câmera e um computador)? 

E o mais interessante é: você pode fazer sucesso através do seu próprio método de ensino e, dessa forma, conquistar um público grande de pessoas, que confiam na qualidade do seu trabalho e nos resultados das aulas ministradas.

Um trabalho bem feito, visando sempre resultados positivos, rende bons frutos!

Os 3 motivos para você ter seu próprio curso de música

1. Ensinar on-line é investir

Em nosso texto anterior, sobre Como Viver de Música,  já mencionamos a importância de empreender. O empreendedorismo é a ação de colocar em prática uma ideia e sonho.

Para tanto, é necessário planejar e ter um objetivo que realmente valha a pena. E existe sonho mais nobre e que valha tanto quanto querer transmitir conhecimento?

Por isso, pense que tipo de conteúdo musical você gostaria de repassar. Será que você se sente mais confortável fazendo aulas por vídeo chamada, ou seria melhor aulas gravadas? 

2. Ensinar on-line é valorizar o seu trabalho

A profissão de professor sofre grande desvalorização, principalmente na atualidade com a nova gestão governamental. Desse modo, trabalhar no mercado formal não é uma ótima opção. 

Então, que tal apostar em uma nova modalidade de ensino que te paga pelo seu método, quantidade de tempo de aula e pela sua formação?

No ensino a distância você é seu próprio “patrão” e delimita as suas próprias horas de trabalho, e o seu próprio salário, ou seja, o quanto você quer ganhar, valorizando assim o seu trabalho. 

3. Custo é baixo

Ao contrário do que muitos pensam, criar um curso on-line não é um investimento caro. Isso porque tudo que é preciso ser realizado pode ser feito por você! Desse modo, você pode criar suas apostilas, gravar e editar suas aulas, e provavelmente, você já deve possuir todos os equipamentos para realizar essas atividades.

Dessa forma, tudo que você precisa é de um computador, uma câmera – que pode ser o seu celular, e criatividade. Mas caso você opte por realizar as suas aulas como uma espécie de “live”, você tem algumas alternativas ainda mais acessíveis.

Você poderá utilizar as ferramentas de reunião on-line, tais como Google Meet, que permite compartilhar documentos, tela do computador, vídeo e voz. Já para divulgar as suas aulas, você poderá utilizar a plataforma SuperProf, que divulga seu serviço de graça.

 


Considerações Finais

Nesse sentido, é totalmente válido arriscar-se em um mercado que está em ascensão, no caso do EAD, e realizar a construção de seu próprio curso.

As chances de dar certo são imensas, e o momento atual não seria mais propício para isso. A quantidade de pessoas buscando aprimoramento pessoal e profissional é grande e a internet, como ambiente central desses acontecimentos, é o local ideal para que você comece a elaboração do seu curso. 

Garanta uma renda extra, repasse seus conhecimentos do universo da música adiante, seja conhecido e reconhecido pela didática, conquiste alunos por todo o país e faça valer a pena cada minuto empenhado na construção da sua própria carreira! 

A partir desse texto, ficou fácil entender porque todo músico deveria investir em um curso próprio.

Tenha em mente que criar um curso do zero não é um investimento caro, e provavelmente você já tem as ferramentas para isso. Por isso, busque a forma mais cômoda para realizar o seu projeto de aulas on-line, e mão na massa.

Compartilhe com os amigos esse conhecimento!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quem esteve aqui, também viu esses!

Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder suas dúvidas. Chame no Whatsapp!
WeCreativez WhatsApp Support
Atendimento a Novos Músicos
João Martins
Available

Faça seu login

Músicos Top Brasil